Biografia de John Morrison

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Biografia de John Morrison

Mensagem  Batata em Qui Jul 14, 2011 6:10 am

John Randall Hennigan nasceu no dia 3 de Outubro de 1979 em Los Angeles, Califórnia. É um lutador de wrestling profissional estadunidense, mais conhecido por seu ring name John Morrison. Ele está actualmente trabalhando para WWE na Raw.



Início da carreira:

Antes de entrar no wrestling professional, Hennigan estudou geologia e cinema na Universidade da Califórnia, em Davis. Após perceber que não queria continuar nenhuma das áreas, começou a carreira de wrestling treinando na escola Supreme Pro Wrestling. Depois de falhar a audição em 2002 da segunda temporada do reality show Tough Enough, John foi aceite na terceira temporada e acabou por vencer, juntamente com Matt Cappotelli.

Com a vitória, foi-lhe dada a oportunidade de assinar contracto com a federação de desenvolvimento da WWE, a OVW, onde continuou o seu treino. Fez a sua primeira aparência num show da WWE televisionado durante um episódio da Heat, em Janeiro de 2004, perdendo para Garrison Cade e Mark Jindrack, num combate Tag Team juntamente com Matt Cappotelli.



WWE


Aprendiz e assistente de Eric Bischoff (2004):

No dia 1 de Março de 2004, Morrison apareceu pela primeira vez na Raw. Usava o ring name Johnny Blaze e fazia de aprendiz e assistente do General Manager Eric Bischoff. Na semana seguinte mudou o seu nome para Johnny Spade e três semanas depois mudou para Johnny Nitro. O nome Nitro, que desta vez “pegou”, era uma referência à WCW Monday Nitro, o show que Bischoff tinha criado. Nitro continuou com a sua gimmick de aprendiz e assistente de Bischoff até que no dia 7 de Junho, perdeu para Eugene num combate em que quem perdesse, também perdia o emprego e Nitro acabou por voltar para a OVW.



OVW e Smackdown (2005-2006):

Ao regressar à OVW, John foi posto numa feud com o antigo parceiro Matt Cappotelli. Durante o percurso da feud, Melina foi para a OVW como ex-namorada de Nitro e aliada de Cappotelli, mas mais tarde acabou por se virar contra Cappotelli e juntou-se a Nitro. Pouco tempo depois, aliou-se Joey Mercury, formando a stable MNM. MNM lutou na OVW durante um ano, segurando os OVW Southern Tag Team Championship, antes de serem chamados para a SmackDown! em Abril de 2005.

Na Smackdown, foram postos em feuds com as equipas de Rey Mysterio e Eddie Guerrero, Mysterio e Batista, os The New Legion of Doom e Paul London e Brian Kendrick. Os MNM mantiveram os WWE Tag Team Championship em três ocasiões, durante o seu ano de estreia na WWE. No Judgment Day de 2006 acabaram por perder os seus títulos para London e Kendrick com a storyline que levou com que Nitro e Melina se virassem contra Mercury depois do combate, que por sua vez levou ao despedimento destes dois a mandato de Theodore Long.



Monday Night Raw (2006-2007):

Na semana seguinte, Nitro, acompanhado por Melina, fez o seu debut na Raw, perdendo para o WWE Champion John Cena. Imediatamente foi posto na corrida pelo Intercontinental Championship e começou o seu primeiro reinado em Junho, no Vengeance ao vencer um Triple Threat Match com o campeão Shelton Benjamin e Carlito. Nitro segurou o título durante 4 meses tendo feuds com vários lutadores, até que o perdeu para Jeff Hardy na Raw de 2 de Outubro.

No dia 6 de Novembro, Nitro recapturou o Intercontinental Championship de Hardy, quando Eric Bischoff, GM por essa noite, mandou recomeçar um combate que Nitro tinha perdido por desqualificação. Contudo na semana seguinte Jeff Hardy voltou a ganhar o título.

Os MNM reuniram-se num episódio da Raw para aceitar um desafio aberto dos Hardys para um combate no ECW December to Dismember. Os MNM e os Hardys continuaram a rivalizar entre as brands, com a feud a intensificar-se depois de Mercury ter-se lesionado no Armageddon num Four-Way Ladder Match pelos WWE Tag Team Championship. Os MNM continuaram como equipa até que Mercury foi dispensado da WWE em Março de 2007. Sem Mercury, Nitro começou a fazer equipa com Kenny Dykstra até ao WWE Draft, em que Nitro foi mudado para a ECW e Dykstra para a Smackdown.



ECW (2007-2008):

Nitro fez o primeiro combate na ECW no dia 19 de Junho vencendo Nunzio e na semana seguinte, no Vengeance, ganhou o ECW World Championship vago num combate contra CM Punk ao ser chamado para substituir o desaparecido Chris Benoit. Semanas depois de ganhar o título, Nitro mudou a sua gimmick e o seu ring name para John Morrison, inspirado em Jim Morrison. Depois de vencer novamente CM Punk no Great American Bash, Morrison criou o “15 Minutes of Fame”, um combate onde caso um lutador o vencesse ou ultrapassasse os 15 minutos de combate sem ser derrotado, teria uma oportunidade pelo ECW Title de Morrison.

O primeiro lutador a consegui-lo foi CM Punk, o que levou a um combate entre os dois no Summerslam, no qual Morrison venceu usando as cordas. Na semana seguinte CM Punk ganhou novamente o lugar de No.1 Contender e acabou por ganhar o título de Morrison no dia 1 de Setembro. Morrison foi então suspenso por 30 dias por uso de esteróides, continuando a sua feud com Punk no seu regresso, desta vez com The Miz também na corrida pelo ECW World Championship.

Apesar de serem inimigos, Miz e Morrison juntaram-se na Smackdown de 16 de Novembro e ganharam os WWE Tag Team Championship a Matt Hardy e MVP. No Survivor Series, Miz e Morrison foram vencidos por CM Punk num Triple Threat Match pelo ECW Title. Depois da derrota, a rivalidade entre Miz e Morrison acabou e eram agora amigos confiáveis. A equipa teve várias defesas pelos títulos, até que os perderam para Curt Hawkins e Zack Ryder no Great American Bash num combate Fatal Four-Way envolvendo também a equipa de Jesse e Festus e de Finlay e Hornswoggle.

Mais tarde, Miz e Morrison começaram uma feud com os Cryme Tyme através dos seus WWE Exclusive, o que levava a combates entre as duas equipas na Raw. Na Raw de 8 de Dezembro, Miz e Morrison venceram os Slammy Awards de Best WWE.com Exclusive e de Tag Team of the Year e na mesma semana, no dia 13 durante um house show da Raw, ganharam os World Tag Team Titles de CM Punk e Kofi Kingston.



2009:

Miz e Morrison envolveram-se numa feud com The Colons (Carlito e Primo), que no momento eram WWE Tag Team Champions no qual resultou nas duas equipas defendendo com sucesso seus respectivos títulos em combates separados. Sua rivalidade culminou num Tag Team Lumberjack Match na Wrestlemania XXV, onde ambos os títulos estavam em jogo, mas foram os Colons que unificaram os títulos com a vitória. Como parte do WWE Draft 2009 no dia 13 de Abril, The Miz foi transferido para o Raw, separando a equipa, e, como resultado, Miz atacou Morrison.

No dia 15 de Abril de 2009, Morrison foi transferido para o SmackDown, como parte do Draft Suplementar. No dia 17 de Abril, Morrison teve seu primeiro combate de volta ao SmackDown, derrotando R-Truth. No episódio de 1 de Maio da Smackdown, Morrison derrotou Shelton Benjamin, e em seguida envolveu-se numa briga nos bastidores com Chris Jericho, e após Jericho acertar-lhe um tapa, Morrison transforma-se em face. No Judgment Day, Morrison derrotou Benjamin novamente numa desforra. No Smackdown do dia 31 de Julho, Morrison teve seu primeiro combate pelo World Heavyweight Championship contra o campeão Jeff Hardy, porém não conseguiu ganhar o título. No SmackDown de 4 de Setembro, Morrison derrotou Rey Mysterio para se tornar Intercontinental Champion pela terceira vez. No PPV TLC, Morrison perdeu o título para Drew McIntyre.



2010:

Em 2010, Morrison formou uma parceria com R-Truth. Ele venceu um combate qualificatório para o PPV Elimination Chamber e participou, mas foi eliminado pelo então campeão Undertaker e não conseguiu capturar o World Heavyweight Championship. Morrison e Truth derrotaram Cryme Tyme e a Hart Dynasty para ganhar uma chance pelo Unified Tag Team Championship na Wrestlemania XXVI, contra ShoMiz (The Big Show e The Miz). No evento, eles não conseguiram ganhar o título.

No dia 26 de Abril, Morrison foi transferido para a Raw, como parte da edição de 2010 do Draft, e perdeu o seu primeiro combate mais tarde naquela noite para Jack Swagger. Mais tarde naquela semana, ele perdeu para Cody Rhodes no seu último combate na SmackDown. Depois de sofrer uma pequena lesão num house show, Morrison regressa e no dia 1 de Junho, anuncia que ele será mentor de Eli Cottonwood, na segunda temporada do WWE NXT. No entanto, Cottonwood foi eliminado da competição no episódio de 27 de Julho do NXT.

Semanas depois, ele conseguiu uma vaga para o RAW Money in the Bank Ladder Match, no qual o vencedor foi The Miz. Esteve numa rivalidade com Maryse e Ted DiBiase Jr, ao mesmo tempo que estava na equipa de John Cena, que enfrentou os Nexus no Summerslam de 2010, a equipa de John Cena venceu, no Raw 900 ele e R-Truth lutaram contra Cody Rhodes e Drew McIntyre a luta acabou em Double DQ, no próximo Raw após o 900 ele venceu Chris Jericho, no Raw depois deste ele lutou contra Sheamus numa Falls Count Anywhere Match (Se Morrison vencesse ele lutaria na Six Pack Challange Match pelo WWE Championship no Night of Champions, Morrison perdeu pois Jericho revoltado atacou Morrison fazendo com que Sheamus ganhasse a luta, na Dark Match do Night of Champions ele venceu Ted Dibiase e no próximo Raw depois daquilo ele venceu Chris Jericho, e parece um grande push que esta a vir para John Morrison. Morrison teve um novo visual agora com barba com uma possível troca de Gimmick.

John Morrison lutou no Hell in a Cell 2010 contra Daniel Bryan e The Miz pelo United States Championship mas foi derrotado devido a invasão de Alex Riley que o atrapalhou e Bryan se aproveitou da brecha, a luta foi uma Submission count anywhere match, sendo considerada uma luta de classe. John classificou-se para a equipa da RAW no Bragging Rights numa luta contra Tyson Kidd. Morrison participou no PPV, e eliminou Jack Swagger mas foi eliminado por Edge. Morrison começou a envolver-se numa feud com Sheamus, onde ele salvou Santino de quatro ataques, no Raw Old School, Morrison foi atacado por Sheamus que levou a uma luta no PPV Survivor Series. No qual derrotou Sheamus, o interessante foi que Morrison não usou seu finisher. Foi finalista do King of The Ring 2010, lutando contra Cody Rhodes, Alberto Del Rio e perdendo para Sheamus na Final do Torneio. No Pay-Per-View TLC, John conquistou o lugar de Principal Contender ao WWE Championship, vencendo Sheamus. Na próxima RAW ele juntou-se com Randy Orton e Jerry "The King" Lawer e derrotaram The Miz, "King" Sheamus e Alex Riley. E no último RAW do ano, Morrison apostou seu contrato contra Riley, caso Morrison perdesse, ele não seria mais Nº 1 Contender, mas a luta foi um sucesso e Morrison ganhou, e no mesmo dia, Morrison anunciou que enfrentaria The Miz no primeiro RAW do Ano num Falls Count Anywhere pelo WWE Championship.



2011-Presente:

John começou o ano lutando contra The Miz pelo WWE Championship num Falls Count Anywhere, Morrison pulou do símbolo da WWE na Arena em cima de Miz e Alex Riley, Morrison acertou um Starship Pain mas The Miz deu kick-out, Morrison deu um Starship Pain no Miz em cima de uma mesa, mas The Miz escapou e fez um Skull Crushing Finale em Morrison e reteve o seu título. No Royal Rumble 2011 teve uma boa participação, mas acabou sendo eliminado. No outro dia na Raw, Morrison participou numa Raw Rumble Match, valendo o N#1 Contender pelo WWE Championship contra The Miz no Elimination Chamber 2011, também tinham participado CM Punk, Randy Orton, R-Truth, Sheamus, John Cena, e o vencedor Jerry "The King" Lawler. Quem sobrasse iria participar na RAW Elimination Chamber match determinando o 1# Contender pelo WWE Championship. Semanas antes do Elimination Chamber, Morrison não mostrou piedade com os membros da Nexus, numa semana derrotando Michael McGillicutty, no final do combate Punk pega um spray de pimenta e espirra nos olhos do Morrison. E na semana anterior ao Elimination Chamber, Morrison derrotou Michael McGillicutty e David Otunga juntamente com R-Truth, Morrison atacou todos os membros da Nexus e não mostrou piedade com ambos. Morrison participou na RAW Elimination Chamber, teve grande destaque pois ficou pendurado nas correntes no topo da Chamber e saltou para cima de Sheamus, assim, eliminando Sheamus, mas mesmo mostrando grande capacidade, Morrison foi eliminado por Punk, que rapidamente foi eliminado por Cena que ganhou o combate. Na semana seguinte lutou contra R-Truth num combate em que se Morrison vencesse iria substituir R-Truth no Main Event do Extreme Rules. Acabou vencendo e sendo atacado por R-Truth após o combate. John Morrison encontra-se lesionado.



Vida Pessoal:

Morrison actualmente namora a Diva Melina. Morrison já causou muitas intrigas com o wrestler Batista por causa dela. Morrison separou-se de Melina e Batista começou a namorar com ela. Morrison voltou a namorar Melina, e isso deixou Vince McMahon irritado, e Vince disse que Morrison nunca poderia ganhar uma luta de verdade contra o Batista e isso é a causa do Morrison nunca ser Main Event.




Algumas alcunhas: A-listers (MNM); The Shaman of Sexy; The New Face of Extreme (ECW); The Guru of Greatness; The Monday Night Delight; The Prince of Parkour.









Música de entrada



Finishers



Para a semana, Justin Gabriel!
avatar
Batata

Mensagens : 84
Data de inscrição : 09/03/2011
Idade : 23
Localização : Borba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum