Biografia de CM Punk

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Biografia de CM Punk

Mensagem  Batata em Qua Abr 13, 2011 6:45 am

A partir de hoje as biografias das superstars vão ser de semana a semana, ou seja, de quartas a quartas.

Phillip Jack Brooks nasceu no dia 26 de Outubro de 1978. Mais conhecido pelo seu nome CM Punk, é um lutador de wrestling profissional estadunidense, que actualmente trabalha na WWE, na Raw.

Em sua carreira, CM Punk é cinco vezes Campeão Mundial tendo ganho o ROH World Championship uma vez e o ECW Championship uma vez. Em adição a esses campeonatos, Punk já ganhou o World Tag Team Championship com Kofi Kingston e o WWE Intercontinental Championship, transformando-o no décimo nono Triple Crown Champion. Ele também ganhou o Money in the Bank Ladder Match em 2008 e 2009.

Punk inicialmente ganhou em sua carreira no wrestling profissional através dos circuitos independentes, primeiramente como membro do elenco do Ring of Honor (ROH), onde ele ganhou o ROH Tag Team Championship, ROH World Championship, e foi o primeiro treinador da Academia de wrestling do ROH. Em 2005, Punk assinou o contrato com a WWE, e na categoria de base, a Ohio Valley Wrestling (OVW), foi campeão de todos os títulos.

Durante sua carreira, Punk tem usado uma personagem de Straight Edge, a qual ele também utiliza em sua vida real. Na storyline do wrestling, Punk é face ou heel, dependendo da reacção do público.


Início da carreira:

A primeira aparição de Punk no wrestling foi numa federação de backyard wrestling chamada Lunatic Wrestling Federation com seu irmão e amigo Mike Brooks em meados da década de 90. Ele começou a usar o nome CM Punk, quando foi colocado numa Tag Team chamada Chick Magnets com o CM Venom após o outro lutador ser retirado do card. Ao contrário de seus amigos, Punk realmente queria ser um lutador e viu-a como mais do que simples diversão. Quando a promoção começou a fazer shows fora de um armazém em Chicago, Illinois, Punk descobriu que seu irmão Mike tinha desviado milhares de dólares da pequena empresa, levando-o a tornar-se alienado. Mike não tem lutado desde o ocorrido.

Ele deixou a federação e foi matriculado como aluno na "Steel Dominion" Wrestling School em Chicago, onde foi treinado por Ace Steel, Danny Dominion e Kevin Quinn para se tornar um lutador profissional. Como parte do treino, ele lutou na Steel Domain Wrestling em St. Paul, Minnesota. A era do Steel Domain conheceu Scott Colton, que logo adoptou o nome Colt Cabana. Punk e Cabana tornaram-se melhores amigos e passaram a maior parte da sua carreira trabalhando em conjunto nas mesmas promoções, como adversários ou aliados. Independentemente, Punk, juntamente com os colegas da Steel Domain graduados Colt Cabana, Chuckee Smooth, Adam Pearce e o gerente Dave Prazak, formaram uma aliança chamada a Gold Bond Mafia.

A promoção onde Punk trabalhava é normalmente considerada como sendo Independent Wrestling Association Mid-South. Durante o tempo de Punk no IWA:Mid-South, ele teve feuds de alto nível com Colt Cabana e Chris Hero. Chegou ao topo e ganhou duas vezes o IWA Mid-South Light Heavyweight Championship e ganhando cinco vezes o IWA Mid-South Heavyweight Championship, derrotando estrelas como A.J. Styles, Cabana e até mesmo Eddie Guerrero pelo cinturão. A feud de Punk com Hero incluiu lutas de 55 minutos, uma luta chamada "93-Minute Two out of Three Falls Match", e várias lutas de 60 minutos de limite.

Estas lutas fizeram Punk ser contratado pelo Ring of Honor (RoH). Onde Phillip trabalhou até meados de 2004. Punk retornou para a IWA:Mid-South e continuou trabalhando como lutador e comentarista em 2005. Até assinar com a WWE.


TNA e RoH (2002-2004):

Inicialmente, Punk se juntou à Ring of Honor (RoH) como um face, mas, rapidamente virou heel quando entrou numa feud com Raven e eles disputaram várias No-Disqualification Matches. Ao mesmo tempo, Punk se juntou à NWA Total Nonstop Action (TNA).

Punk foi destacando-se, e ficou em segundo no Second Anniversary Show durante o torneio que tinha como objectivo coroar um ROH Pure Champion, perdendo para A.J. Styles nas finais e ganhou o ROH Tag Team Championship duas vezes, tendo Colt Cabana como seu parceiro. Nas duas ocasiões Punk e Cabana derrotaram os Briscoe Brothers. Em Outubro de 2003, Punk foi contratado para ser o treinador da Ring of Honor Wrestling School, tendo já sido treinador pelo Steel Domain e Primetime Wrestling.

Pouco antes do show da TNA de 25 de Fevereiro de 2004, Punk teve uma briga com Teddy Hart do lado de fora de um restaurante. Depois da briga, Punk e Dinero pararam de aparecer nos shows da TNA, especulou-se que Punk havia sido demitido. Punk, entretanto, afirmou que a briga não afectou sua carreira. Ele ainda disse que a razão dele e de Dinero terem parado de aparecer nos Pay-Per-Views da TNA foi que os executivos da empresa acharam que eles não haviam convencido o público como heels. Aquela storyline foi então abandonada. Punk saiu oficialmente da TNA em Março de 2004. Porém continuou na RoH.

No RoH, Punk enfrentou o ROH World Champion Samoa Joe pelo título numa série de três lutas. A primeira luta, no dia 12 de Junho de 2004 em Dayton, Ohio, uma luta que tinha 1 hora de limite, que nem Punk nem Joe conseguiram vencer ou fazer o outro desistir dentro do tempo. A segunda luta foi no dia 16 de Outubro, eles lutaram por 60 minutos e ficou tudo empatado. A segunda luta deles recebeu cinco estrelas, o que não acontecia à 7 anos. A segunda luta foi também o DVD mais vendido da TNA no ano. Joe acabou com a série vencendo Punk na terceira luta, que não tinha tempo limite.

Em Junho de 2005, Punk aceitou assinar com a WWE, após uma luta-teste contra Val Venis no Sunday Night Heat Show. Punk derrotou Austin Aries com Pepsi Plunge, ganhando o ROH World Championship em Junho de 2005. Imediatamente após a luta, Punk tornou-se heel. Ele ameaçou levar o título para a WWE com ele. Durante semanas ele provocou os lutadores do RoH e os fãs, indo tão longe que assinou seu contrato neste tempo. Durante a storyline, Mick Foley apareceu várias vezes no RoH tentando convencer Punk a fazer a coisa certa e defender o título antes de ir embora. No dia 12 de Agosto de 2005 em Dayton, Ohio, Punk perdeu o título para James Gibson num Four Corner Elimination Match. A última luta de Punk no RoH foi no dia 13 de Agosto de 2005 contra seu amigo de longa data Colt Cabana numa Two out of Three Falls Match, a qual ele perdeu.

Punk fez uma participação especial no RoH Unscripted II no dia 11 de Fevereiro de 2006. Brooks ficou logo no main event com Bryan Danielson como parceiro para lutar contra Jimmy Rave e Adam Pearce num Tag Team Match.


Ohio Valley Wrestling (2005-2006):

Em setembro de 2005, Punk assinou com a Ohio Valley Wrestling (OVW), o território de desenvolvimento da WWE. Ele fez sua estreia no dia 8 de Setembro de 2005, em um Dark Match, onde ele, Nigel McGuinness e Paul Burchill foram derrotados por Deuce Shade, Elijah Burke e Seth Skyfire. No dia 26 de Setembro de 2005, Punk fez sua estreia na televisão pela OVW. Punk sofreu uma ruptura em seu tímpano e quebrou o nariz. Punk despistou o facto de se ter lesionado. Punk terminou a luta, e recuperou-se rápido da lesão.

No dia 9 de Novembro de 2005, Punk tornou-se o OVW Television Champion após derrotar Ken Doane, o que imediatamente colocou Punk numa feud com Brent Albright, que havia tido uma feud com Doane pelo título e perdeu a sua oportunidade de lutar com Doane, já que Punk acertou-lhe com uma cadeira para poder lutar contra Doane. Eles lutaram em diversas lutas, incluindo uma que acabou após eles estourarem o tempo limite enquanto Albright tinha Punk em seu finisher, e Punk pôde manter o título, já que não aceitou um tempo extra. No dia 4 de Janeiro de 2006, Punk perdeu seu título durante um "3 Ways Dance" entre eles, Albright e Doane. Doane lesionou-se durante a luta e foi substituído por Aaron "The Idol" Stevens. Punk desistiu após ser colocado em uma submition de Albright e foi eliminado, mas retornou mais tarde para distrair Albright permitindo assim que Stevens fizesse o pin a Albright e se tornar OVW Television Champion. A feud após um pequeno período em que Punk e Albright foram Tag Team, se tornaram adversários de novo quando Albright exigiu o respeito de Punk, que nunca o havia dado. A feud continuou por semanas com Punk sempre ganhando, isto até ao dia 1 de Fevereiro, onde Albright se tornou heel durante um Tag Team Match, permitindo aos Spirit Squad derrotar Punk e, fazendo isso, tornou Punk um face. Durante isso, Punk teve uma pequena aparição na WrestleMania 22 no dia 2 de Abril de 2006 antes de John Cena entrar.

Após Matt Cappotelli deixar vacant o OVW Heavyweight Championship por causa de um tumor cerebral em Fevereiro de 2006, um torneio foi feito para coroar um campeão. As finais foram Brent Albright vs CM Punk onde Albright derrotou Punk e se tornou o novo campeão. Punk e Albright continuaram sua feud, e pouco a pouco Albright foi se tornando paranóico em manter o seu título. No dia 3 de Março de 2006, Punk finalmente derrotou Albright e ganhou o título. Como campeão, Punk reteve seu títulos em lutas contra Shad Gaspard, Mr. Kennedy, Johnny Jeter and "The Miz".

No dia 28 de Julho de 2006, Punk e Seth Skyfire derrotaram Cryme Tyme para ganhar o OVW Southern Tag Team Championship em um house show. Eles perderam os títulos no dia 2 de Agosto de 2006 para Deuce 'n Domino. Punk e Skyfire começaram uma feud após perderem um rematch quando Punk fez tag no Skyfire que estava lesionado (e Punk estava ileso). Em 30 de Agosto de 2006, Punk e Skyfire lutaram pelo OVW Heavyweight Championship. Antes da luta, entretanto, Skyfire foi atacado por Charles "The Hammer" Evans, e foi substituído por Chet Jablonski que fez o pin ao Punk e ganhou o título. Como Punk já não tinha o título, a OVW não precisava mais dele. Foi trazido então para ser inteiramente da WWE. Mas continuou a fazer participações esporádicas na OVW.


ECW (2006-2008):

No dia 24 de Junho de 2006, Punk fez sua estreia no ECW durante um 'house show', derrotando Stevie Richards. Porém, fez sua estreia na TV no dia 4 de Julho, promo sobre o seu modo de vida Straight Edge, enfatizando os aspectos diciplinares de ser livre das drogas e álcool. Apesar de Punk ter mantido sua gimmick Straight Edge, ele agora tem uma base Muay Thai. Punk estreou lutando somente no dia 1 de Agosto de 2006 no 'Hammerstein Ballroom', derrotando Peter Polaco. CM Punk se estabeleceu na ECW por ficar imbatível, derrotando oponentes como C.W. Anderson, Stevie Richards and Shannon Moore.

Logo depois, Punk começou uma rixa com Mike Knox, já que a namorada de Knox, Kelly Kelly, estava desenvolvendo sentimentos por Punk. Punk derrotou Knox na primeira luta deles(qualificando-se para a Elimination Chamber no December to Dismember) assim como na rematch, um pouco depois Kelly Kelly celebrou a vitória de CM Punk sobre seu namorado. Punk então fez equipa com D-Generation X e os Hardy Boyz nos Survivor Series na luta contra Rated-RKO, Knox, Johnny Nitro e Gregory Helms, uma luta na qual todos os participantes do lado do DX sobreviveram à eliminação. No December to Dismember, Punk participou na Elimination Chamber pelo ECW World Championship. No entanto, ele foi o primeiro a sair, sendo eliminado por Rob Van Dam.

No Pay-Per-View seguinte, Punk entrou numa feud com Hardcore Holly, que terminou a invencibilidade de Punk que, já durava seis meses em combates 1-contra-1, no dia 9 de Janeiro de 2007. Punk entrou numa feud com Matt Striker, que deu a ele sua segunda derrota em 1-contra-1 desde sua estreia na ECW. Punk então se qualificou para o Money in the Bank Ladder Match na WrestleMania 23 por derrotar Johnny Nitro. Nas últimas semanas antes da WrestleMania 23, Punk apareceu tanto no Raw quanto no Friday Night SmackDown!, derrotando Kenny Dykstra e o ex-World Heavyweight Champion King Booker. Na WrestleMania 23, Punk competiu, mas não ganhou, na Money in the Bank Ladder Match, tendo sido nocauteado da escada segundos antes do vencedor, Mr. Kennedy, pegar a maleta. Na edição do dia 10 de Abril de 2007 do ECW, Punk tornou-se heel por um breve período por se juntar oficialmente ao New Breed, após várias semanas sendo disputado tanto por New Breed quanto ECW Originals. Duas semanas depois, no entanto, Punk traiu New Breed durante uma 4-contra-4 Elimination Match no Survivor Series, disputada entre New Breed e ECW Originals chutando o líder do New Breed, Elijah Burke na nuca e custando a ele o combate. Após a luta, Punk continuou aplicando seu finisher, o Go To Sleep, em Burke e se desculpando, sarcasticamente, após deixar o ringue, tornando-se face novamente. WWE.com depois confirmou que Punk não era mais um membro do New Breed. No Judgment Day, Punk lutou e derrotou Burke em seu primeiro combate em um PPV. Punk, então, no One Night Stand fez parceria com Tommy Dreamer e The Sandman em um Tables Match para derrotar New Breed.

Por causa do draft do ECW World Champion Bobby Lashley para o Raw, o título ficou sem dono. Então, um mini-torneio foi anunciado para declarar o novo campeão. Os participantes eram: Punk, Elijah Burke, Marcus Cor Von e Chris Benoit. Punk derrotou Marcus Cor Von no dia 19 de Junho de 2007. Graças a isso, CM Punk deveria enfrentar Chris Benoit no Night of Champions pelo vago ECW World Championship.Benoit, no entanto, foi substituído por Johnny Nitro, já que Benoit não apareceu no evento, por causa do que foi descrito como "razões pessoais". Nitro derrotou Punk no Night of Champions pelo título vago. Punk ganhou outra tentativa pelo título no The Great American Bash contra Nitro, que trocou seu nome para John Morrison. No entanto, Punk foi derrotado por Morrison.

Na semana seguinte, Punk desafiou Elijah Burke e Tommy Dreamer para um Triple Threat Match para determinar o próximo competidor pelo título de Morrison, desafio no qual Punk saiu vitorioso. Uma samana depois, Punk derrotou Morrison com o Go To Sleep e ficou com um ECW Championship Title Match no SummerSlam. No SummerSlam, no entanto, Punk perdeu, quando Morrison usou as cordas para equilibrio.

No dia 1 de Setembro, em uma "Last Chance" Title Match, Punk derrotou Morrison pelo ECW Championship. Punk então defendeu seu título com sucesso contra Elijah Burke no Unforgiven; Big Daddy V, via desqualificação no No Mercy e The Miz no Cyber Sunday. No dia 6 de Novembro, Punk reteve o ECW Championship em um combate contra Morrison por causa de uma interferência do Miz. No Survivor Series, Punk reteve seu título em uma Triple Threat Match, derrotando The Miz e John Morrison. No dia 22 de Janeiro de 2008, Chavo Guerrero derrotou CM Punk em uma No Disqualification Match para ganhar o ECW Championship após Edge entrar no ringue e aplicou um Spear em Punk.

Na WrestleMania XXIV, Punk ganhou o Money in the Bank Ladder Match, após derrotar Chris Jericho, Montel Vontavious Porter, Shelton Benjamin, John Morrison, Mr. Kennedy e Carlito.


Raw (2008-2009):

Mudou da ECW para RAW, no WWE Draft de 23 de Junho de 2008 e no programa seguinte do dia 30 de Junho, usou o contrato do Money in the Bank que ganhou no WrestleMania XXIV para desafiar Egde e conquistar o título de Campeão Mundial dos Pesos Pesados. Na mesma noite ele o defendeu contra JBL e ganhou depois de um GTS.

No The Great American Bash ele defendeu-o contra Batista, mas a luta terminou depois de uma intervenção de Kane. No RAW seguinte do dia 21 de Julho, ele novamente defendeu seu título contra Batista, mas dessa vez quem interrompeu a luta foi JBL. Dessa forma CM Punk manteve o título. No SummerSlam ele lutou contra JBL pelo World Heavyweight Championship e voltou a ganhar.

No Unforgiven 2008 antes da disputa do World Heavyweight Championship, CM Punk foi atacado por Randy Orton, Cody Rhodes e Ted DiBiase. Esse facto impediu de defender o título. Seu substituto na luta foi Chris Jericho, acabou se sagrando o novo campeão.

Ele recebeu uma nova oportunidade pelo título 8 dias depois no RAW, mas perdeu para Jericho em uma Steel Cage Match. Ele então começou uma feud com Rhodes e DiBiase para ganhar o título deles, sendo Kofi Kingston seu novo parceiro. No episódio de 27 de Outubro, Punk & Kingston derrotam DiBiase e Rhodes e sagram-se Campeões Mundiais de Duplas.

No Survivor Series 2008, os dois participaram na tradicional 5-on-5 Tag Team Match, pela equipa de Batista, mas não chegaram até o final. Numa luta no dia 8 de Dezembro, Punk torna-se o 1º contender pelo Intercontinental Championship. Punk & Kingston perdem o Título de Duplas para John Morrison e The Miz em um house show em 13 de Dezembro de 2008.

No Raw ele luta contra William Regal numa No-Disqualification Match e vence após um GTS ganhando o Intercontinental Championship e também se tornando, o 19º Triple Crown Champion.

Em outro programa do Raw, CM punk luta numa Triple Threat Match contra The Miz e John Morrison, valendo uma vaga para a Money In The Bank Ladder Match no Wrestelemania XXV. No final, aplica seu Go To Sleep em Morrison e se qualifica para a sua terceira Money In The Bank Match para tentar vencer pela 2º vez consecutiva.

No dia 9 de Fevereiro de 2009 CM Punk luta contra John "Bradshaw" Layfield, com o título Intercontinental em jogo, perdendo o combate e consequentemente o Intercontinental Championship.

Na WrestleMania XXV, ganhou o Money in the Bank pela segunda vez seguida. Duas semanas depois, no WWE Draft, Punk foi transferido para SmackDown.


Smackdown (2009-2010):

No Backlash, CM Punk enfrentou Kane. Durante a luta, CM Punk atacou os braços de Kane para evitar o Chokeslam, mas não adiantou, pois Kane aplicou outro tipo de Chokeslam e venceu a luta por pinfall.

Após isso, CM Punk teve duas lutas no SmackDown contra Edge, mas ambas foram imterrompidas por Umaga, o que acabou numa feud que culminou numa luta no Judgment Day. Umaga saiu vencedor após aplicar um Samoan Spike em CM Punk.

Mesmo assim, Umaga continuou a atacar CM Punk, desafiando-o para uma Samoan Strap Match, uma luta que só pode ser vencida quando se toca os quatro corners em sequência. A luta acabou com a vitória de CM Punk, após ele aplicar um GTS em Umaga, deixando-o sem reação e tocando os quatro corners em sequência. No mesmo PPV, CM Punk usou o contrato do Money in the Bank e ganhou o World Heavyweight Championship no PPV Extreme Rules depois de Jeff Hardy ganhar o título de Edge.

Ele defendeu o World Heavyweight Championship na SmackDown e depois no PPV The Bash, fazendo uma auto-desqualificação - um chute no juiz - e reteve o título.

Algumas semanas depois, no Night of Champions, perde o título para Jeff Hardy.

No PPV Summerslam, porém, CM Punk vence Jeff Hardy numa TLC Match e conquista pela 3ª vez o World Heavyweight Championship. Nesse mesmo PPV inicia uma feud com Undertaker após Punk ser atacado com uma Chokeslam.

No SmackDown seguinte, ele defendeu o seu título contra Jeff Hardy, num combate em que o perdedor sairia da WWE. Punk venceu o combate, retendo o World Heavyweight Championship e tirando a carreira de Jeff Hardy.

No Breaking Point, ele defendeu o World Heavyweight Championship numa Submission Match contra Undertaker. Ele teria perdido, mas, com a acção do GM da SmackDown, Theodore Long, que disse a Undertaker que o Hell's Gate ainda estava suspenso por Vickie Guerrero, o combate recomeçou e CM Punk aplicou o Anaconda Vise. O árbitro terminou o combate controversiamente sem que Undertaker desistisse da luta. Como resultado, Punk reteve o World Heavyweight Championship. Perdeu, porém, seu título para o Undertaker em uma Hell In A Cell Match no dia 4 de Outubro.

Após perder no Hell In A Cell, CM Punk pediu mais uma oportunidade ao Teddy Long pelo World Heavyweight Championship. Vince McMahon apareceu e marcou para o PPV Bragging Rights, CM Punk vs. The Undertaker vs. Rey Mysterio vs. Batista numa Fatal-4-Way Match pelo título. CM Punk enfrentou Batista na SmackDown e saiu vencedor por Count Out, mas depois Batista o atacou. No programa seguinte, após a luta de Batista contra Rey Mysterio, Punk invadiu o ringue no final da luta e atacou Rey Mysterio. Na edição do dia 23 de Outubro da SmackDown, Punk enfrentou The Undertaker numa luta pelo título na qual teria Scott Armstrong como juiz da luta e que havia sido obrigado por Long, Punk e McMahon a ajudar CM Punk a vencer. A luta termina com The Undertaker vencedor. No Bragging Rights, The Undertaker vence a Fatal-4-Way por fazer o pin a Batista. Na edição seguinte ao PPV, Punk enfrenta Scott Armstrong em uma luta na qual vence.

Após isso, ele decide montar uma Straight-Edge Society onde ele e seu novo aliado Luke Gallows traziam membros para a mesma, ou então salvavam fãs na plateia, raspando sua cabeça. Ele trouxe Serena Deeb para a Society, e no Royal Rumble fez promos durante a Royal Rumble Match tentando recrutar vários Lutadores, a sua Society, sem sucesso, eliminou todos, até a entrada de The Great Khali que foi eliminado por Beth Phoenix que por sua vez foi eliminada por Punk. Triple H eliminou Punk na Royal Rumble Match.

No dia 21 de Fevereiro, participou no WWE Elimination Chamber, contra Undertaker, Rey Mysterio, R-Truth, John Morrison e Chris Jericho, pelo World Heavyweight Championship, sendo derrotado por Rey Misterio.

Numa edição do SmackDown, Rey Mysterio leva sua família ao ringue para comemorar o aniversário de sua filha e Punk aparece desafiando Mysterio em uma luta na WrestleMania XXVI.

Na semana seguinte Rey Mysterio diz que aceita o desafio e Punk interrompe Mysterio novamente dizendo que Mysterio deveria lutar contra Luke Gallows. Mysterio perdeu. Resultado: Se Mysterio voltasse a perder para Punk na Wrestlemania, Mysterio teria que entrar para a Straight Edge Society. Mas Punk perdeu e Mysterio se livra da S.E.S.

No Extreme Rules, CM Punk enfrenta novamente Rey Mysterio, mas dessa vez, Punk se voltar a perder, além de perder a luta também perderá o cabelo. Na SmackDown, CM Punk foi ao ringue admitir seu rookie do NXT Darren Young como membro da Straight Edge Society, porém este empurra-o. Rey Mysterio tenta cortar o cabelo de Punk antes do Extreme Rules, mas Punk foge. No Over the Limit, CM Punk enfrenta novamente Rey mysterio. Se Punk vencer Mysterio se juntaria à S.E.S, se perder teria que raspar a cabeça. No dia do PPV, Punk perde a luta. Mysterio o algema nas cordas do ringue e raspa parte de seu cabelo, como todos os membros da S.E.S, Punk estava com a cabeça raspada.

CM Punk apareceu no Smackdown com uma máscara similar à de Rey Mysterio, e venceu Kane no Smackdown para se qualificar para a Fatal-4-Way Match pelo World Heavyweight Championship no PPV Fatal-4-Way, porém acabou por perder, já que foi Rey Misterio que realizou o pin sobre Jack Swagger.

Teve conflitos com Big Show após este desmascarar Punk fazendo com que todos o vissem careca. Na semana seguinte, Luke Gallows foi lutar contra Big Show, mas pediu para Punk entrar no ringue, que diz para o membro secreto da S.E.S. entrar e a luta foi Big Show vs. Membro Misterioso que foi desmascarado e revelando sua identidade: Joey Mercury, antigo parceiro de Johnny Nitro na MNM. Na Smackdown seguinte, Teddy Long anunciou que a S.E.S. iria lutar contra Big Show em uma 3-1 Handicap Match. No SummerSlam, a equipa acabou perdendo. Na Smackdown seguinte, CM Punk e Luke Gallows lutaram contra Big Show em uma 2-1 Handicap e novamente, eles perderam, depois da luta, CM Punk, inconformado, atacou Luke Galows com GTS. No WWE Superstar, Luke Gallows anunciou que não é membro do grupo S.E.S., e o grupo foi em auto-destruição, já que Serena foi demitida e Joey Mercury está lesionado.


Raw (2010-Presente):

CM Punk foi transferido para a RAW no lugar de Edge, que foi para a Smackdown. Na semana seguinte, ele lutou contra Evan Bourne e ganhou após um GTS e se qualificou para a equipa da RAW no Bragging Rights. Após a luta, ele atacou Evan Bourne. Na Raw seguinte, aconteceu uma Battle Royal entre RAW e Smackdown, mas ele foi eliminado e a Smackdown venceu a batalha. Na Smackdown, aconteceu uma Battle Royal e a Raw venceu. No Bragging Rights, a equipa da RAW perdeu pela segunda vez seguida. Depois disso, CM Punk sofreu uma lesão e mudou o visual, agora ele está com o cabelo loiro. Actualmente, enquanto ele está lesionado, ele está sendo o comentarista da RAW, junto com Jerry Lawler e Michael Cole. John Cena foi demitido, e ele invadia o ringue para lesionar os membros do Nexus, em um desses ataques Cena quebrou a mesa dos comentaristas e derramou o refrigerante de Punk. Punk ficou extremamente bravo e era completamente contra as invasões de Cena.

No Pay-Per-View TLC: Tables, Ladders & Chairs, Punk estava nos bastidores e só foi para a mesa dos comentaristas um pouco antes de começar a luta de Cena contra Wade Barrett, e Punk viu Cena "enterrando" Barrett em baixo de 23 cadeira que faziam parte do cenário.

No dia seguinte, no episódio da Raw do dia 20 de Dezembro, Cena comentava rindo o que fez no dia anterior, e comemorava o primeiro Raw em meses sem os Nexus, Punk então, sobe no ringue durante a comemoração e acerta Cena com uma cadeira. No dia seguinte, em um episódio especial do Smackdown que passou ao vivo, Cena foi lutar num Handicap Match contra Dolph Ziggler e Vickie Guerrero. Após a vitória de Cena, Punk novamente aparece e acerta-lhe com uma cadeira. Durante a RAW do dia 27 de Dezembro, Cena diz, sarcasticamente, que entende a raiva, e se sente culpado por derramar seu refrigerante, porém, Punk diz que não tem a ver com o refrigerante, e sim com o facto de que Cena ter feito graça de todos (os heels) dentro da WWE, e Punk diz que isso não está certo e queria mostrá-lo que há alguém para enfrenta-lo e pede a John Cena para esperar, pois no final da noite ele iria chamar Cena para uma luta e revelar uma grande surpresa. Na mesma noite, cansado de esperar, John Cena chama Punk, porém, os Nexus aparecem (sem Wade Barrett), David Otunga então diz que os Nexus estão sobre nova direcção e que quer paz com John, que lhe diz não. Os Nexus deixam o ringue, mas voltam correndo, segundos depois para atacar Cena, deixam-no no chão com uma faixa do Nexus. Punk aparece, sobe ao ringue, aplica um GTS (Go to sleep) em Cena, e pega uma cadeira, mas antes de ataca-lo, para, pega a cadeira senta nela, coloca a faixa que tinha sido deixada para trás. Punk é o novo líder da Nexus.


Feud com John Cena:

Actualmente como líder dos Nexus, Punk tem uma feud com John Cena se enfrentando com ele em várias edições do Monday Night Raw. No Royal Rumble Match, CM Punk com os Nexus eliminaram vários participantes do combate, até que entrou John Cena e eliminou todo o grupo e Punk em seguida. Após o PPV, Cena e Punk continuaram sua feud e vários confrontos, inclusive uma batalha de rap em uma das edições da Raw. Após uma 7-man Raw Rumble tendo Jerry Lawler como vencedor, foi marcado para o PPV WWE Elimination Chamber que Lawler iria ter uma luta pelo WWE Champiom contra The Miz e os outros seis perdedores da Raw Rumble , incluindo John Cena, iriam se enfrentar no mesmo PPV em uma Elimination Chamber Match incluindo Randy Orton, Sheamus, John Morrison e R-Truth por uma vaga na Wrestlemania 27 pelo WWE Championship. No Elimination Chamber, John Cena ganhou e tornando-se o 1º contender pelo WWE Championship.


Feud com Randy Orton:

Numa Steel Cage Match para se tornar o #1 contender pelo WWE Championship, entre Randy Orton, Sheamus e Wade Barrett, Orton ganhou para enfrentar The Miz no Royal Rumble Punk invadiu a luta aplicando um G.T.S em Orton dando início a uma rivalidade. CM Punk e Randy Ortam irão se enfrentar no Wrestlemania 27. Na Wrestlemania 27, Randy Orton ganhou o combate, aplicando-lhe o pin depois de um RKO.



Algumas alcunhas: The Straight Edge Superstar; Mr. Money in the Bank; The Second City Saint; The Straight-Edge Savior; The Second City Savior.







Música de entrada



Finishers



Para a semana, "Dashing" Cody Rhodes!
avatar
Batata

Mensagens : 84
Data de inscrição : 09/03/2011
Idade : 23
Localização : Borba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum